Blog

Histórias inspiradoras: como aprender com exemplos?

O desenvolvimento de habilidades e competências é um ciclo constante de aprendizagem, já que estamos sempre aprendendo e adquirindo conhecimentos. Mas como faço para aprender? Procure histórias inspiradoras!

Para responder essa pergunta, te convidamos a buscar na memória, lá na sua infância, quando ainda era um bebê, qual foi seu primeiro aprendizado e como ele aconteceu.

A maioria vai responder, por exemplo, que foi falar, andar e etc., e que aprendeu por instinto. Temos que concordar que o instinto tem uma grande parcela nesse aprendizado, mas será que os exemplos e as histórias inspiradoras que você viu também não tiveram uma contribuição significativa?

Passamos boa parte da nossa vida aprendendo por meio de exemplos, seja ele dos pais ou responsáveis, de amigos ou professores. Mas o que isso tem a ver com o mercado de trabalho?

Isso significa que em nosso desenvolvimento profissional, sempre teremos uma pessoa, ou várias, que serão exemplos de profissionalismo, com capacidades que nos fazem buscar formas semelhantes de trabalhar.

Aprendendo com histórias inspiradoras

Uma pessoa que tem uma história inspiradora e que te inspira a ser um profissional melhor é uma pessoa que te ensina através do exemplo e este aprendizado nunca deve ser perdido e com certeza precisa ser mais valorizado por quem está aprendendo.

Veja abaixo alguns exemplos de histórias inspiradoras e quanto elas devem ser valorizadas e respeitadas por todos nós:

Inspire Fundo: Gente que muda o mundo com histórias inspiradoras

Caçadores de Bons Exemplos: O que fazemos?

MeuSucesso.com: Linha do Tempo Alair Martins

As histórias inspiradoras são capazes de transformar as nossas vidas e também das pessoas que estão ao nosso redor. Por isso, não deixe de conferir os vídeos do canal Inspire Fundo. Lá, você irá encontrar muitas histórias reais e que, sem dúvidas, irão deixar uma grande reflexão. Clique aqui e acesse!

Para mais conteúdos, continue acompanhando o blog do Instituto Algar.

.