Blog

Habilidades socioemocionais: como preparar as crianças para o futuro

Com tantas mudanças e diferenças nos dias de hoje, saber trabalhar as habilidades socioemocionais para lidar com os sentimentos é motivo de orgulho.

Por isso, essas habilidades devem ser trabalhadas desde a infância, para que no futuro, as crianças se tornem adultos emocionalmente mais fortes.

Neste artigo, falaremos sobre este tema, tão atual e importante na educação infantil. Vem conferir!

Habilidade e inteligência socioemocional: qual a diferença?

Habilidade socioemocional pode ser resumido em um conjunto de aptidões que são desenvolvidas e estimuladas a partir da inteligência emocional na criança.

O principal objetivo é preparar a criança para lidar com os conflitos e emoções que virão ao longo da vida, para que ela consiga sair melhor de cada situação.

A importância de trabalhar as habilidades socioemocionais

Antes de saber como trabalhar com as crianças, é preciso entender quais são as principais habilidades socioemocionais. Elas são separadas em quatro pilares:

  • Cognitivas: que englobam a capacidade em resolver problemas, planejar e tomar decisões de forma lógica;
  • Emocionais: que é a capacidade de lidar com os sentimentos a partir das situações do dia a dia, como ter responsabilidade, autoconfiança, e saber ganhar e perder;
  • Sociais: que é saber se relacionar com o mundo e as pessoas, já que todos são diferentes e possuem pontos de vistas diferentes;
  • Éticas: que são atitudes que são positivas para o bem comum, como ter respeito e tolerância com a diferença do outro.

Na maioria dos casos, o sistema educacional trabalha apenas com as habilidades cognitivas, e as crianças aprendem temas específicos para tirar boas notas em avaliações.

Mas, muitos educadores deixam de lado a parte emocional, que também é de muita importância, afinal, já saber lidar com a insegurança desde novo causará menos problemas no futuro. Porém, aos poucos, as mudanças vão chegando e as escolas vão se adequando.

A nova BNCC (Base Nacional Curricular Comum) já contém uma base de educação socioemocional para que os colégios possam se orientar e conseguir oferecer o máximo de apoio às crianças.

Como trabalhar com crianças?

Uma das maneiras para se trabalhar as competências das habilidades socioemocionais com as crianças, é trazer casos reais para serem discutidos.

Por meio de brincadeiras, por exemplo, já é possível uma abertura para fazê-los entender e ter o primeiro contato com a empatia, o respeito e a tolerância.

Família: um ponto de apoio importante

O desenvolvimento das habilidades socioemocionais nas crianças não devem ficar apenas na mão dos educadores, uma vez que, os pais e a família têm um papel importantíssimo no crescimento e amadurecimento dos filhos!

Dessa forma, manter sempre o diálogo sem julgamento e estando realmente aberto a ouvir, vai moldando o caráter da criança para que ela se sinta segura e confiante, pois tem um ponto de apoio muito importante: a família.

Por isso, é preciso que os pais também entendam e estimulam desde cedo seus filhos, para que eles cresçam seguros de si e saibam lidar melhor com as diferenças da vida.

Assim, trabalhar as habilidades socioemocionais tornam as crianças mais preparadas para o futuro e para lidar com as várias emoções que as cercam, às tornando mais responsáveis, empáticas e sabendo exercer seus direitos.

Agora que você já entendeu quais são as habilidades socioemocionais e a importância de aplicá-las na vida das crianças, hora de conhecer mais sobre a tecnologia na educação. Vamos lá? Confira este e outros artigos aqui no blog!