Notícias


29 Dez

Acessibilidade é ouro

Acessibilidade é ouro!

Uma startup de São Paulo com foco em acessibilidade venceu um concurso mundial de empreendedorismo com o Kit Livre,que transforma uma cadeira de rodas em uma espécie de triciclo que pode alcançar até 20km/h, e rodar por 25km sem precisar recarregar sua bateria.

Ser um verdadeiro empreendedor hoje vai muito além de simplesmente alcançar sucesso comercial e obter lucro com uma oportunidade: é preciso colocar ao lado do sucesso o desejo de fazer do mundo um lugar melhor, mais ético, consciente, igualitário e inclusivo.

Não é tarefa fácil e, por isso, a marca de bebidas Chivas Regal realiza anualmente o The Venture, um concurso no mundo todo para encontrar e premiar empresas empreendedoras que, em sua trilha para o sucesso, cumpram com essas responsabilidades sociais. E a final da etapa brasileira do concurso aconteceu no último dia 6 de dezembro, em São Paulo.

A disputa final estava entre três startups: a Hand Talk, uma plataforma de tradução para deficientes auditivos, de Maceió; a Piipee, de Bento Gonçalves, que combate o desperdício através de um aditivo químico que permite a eliminação da urina dos vasos sanitários sem utilizar água; e a Livre, uma empresa de São José dos Campos, que impacta positivamente a vida dos deficientes físicos através de um equipamento que amplia radicalmente a mobilidade das cadeiras de roda. E esse impacto direto e incontestável que o Kit Livre mostrou alcançar conquistou os jurados – e a Livre foi a grande vencedora da etapa nacional do The Venture.

O equipamento acoplado à cadeira é dobrável e pode ser acoplado pelo próprio cadeirante

O evento aconteceu na Balsa, em um dos rooftops mais charmosos do centro de São Paulo. Reunindo jornalistas, empreendedores e participantes dos projetos, os jurados puderam ver em detalhes os benefícios do Kit Livre, um equipamento elétrico motorizado que, acoplado à cadeira de rodas, oferece ao usuário uma expansão de mobilidade extrema, transformando a cadeira em uma espécie de triciclo que pode alcançar até 20km/h, e rodar por 25km sem precisar recarregar sua bateria.

Formavam o júri a chef Paola Carosella, Sandra Boccia, diretora da revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, Lucas Foster, fundador do Projecthub, e o vencedor da etapa nacional da última edição do The Venture e representantes da Perestroika, Onício Neto.

O fundamento principal do Kit Livre – criado pelos irmãos Júlio e Lúcio Oliveto – é oferecer a liberdade de trilhar livremente seu próprio caminho a quem não a possui. Em uma população de mais de 45 milhões de brasileiros que possuem algum tipo de deficiência física – o que significa 23,9% da população, e desses, 7% possuem deficiência motora – operar essa expansão de mobilidade é permitir uma inclusão social verdadeira da população cadeirante, indo muito além de afazeres domésticos.

Assim, o Kit não só impacta objetivamente na mobilidade do deficiente, mas consequentemente também em sua própria auto-estima, oferecendo maior liberdade e atividade, como a proposta de um novo estilo de vida ao usuário.

O equipamento acoplado à cadeira é dobrável e pode ser acoplado pelo próprio cadeirante, e permite que obstáculos como calçadas danificadas, gramados, terrenos arenosos e subir e descer guias sejam superados com muito mais facilidade e segurança. O resumo do espírito do empreendimento vencedor é, portanto, um só: permitir que mais pessoas sejam livres, e possam sentir a sensação do vento batendo no rosto.

Agora a Livre se junta aos 31 outros vencedores (agora concorrentes pelo grande prêmio) de todos os outros países participantes do The Venture em Oxford, na Inglaterra, para uma semana de aceleração. A final mundial acontecerá em Julho, em Los Angeles, e oferecerá aos vencedores do The Venture global o prêmio de até 1 milhão de dólares. Agora é torcer para que esses dólares em breve se transformem em liberdade e vento no rosto.

FONTE:http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2016/posts/dezembro/startup-de-sao-paulo-com-foco-em-acessibilidade?tag=empreendedorismo-social



Comentários