Notícias


09 Set

Alfabetização e a sua importância na Educação Infantil

Criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no dia 8 de setembro de 1967, o Dia Mundial da Alfabetização vem para discutir a importância da educação para o desenvolvimento mundial, em todos os âmbitos.

A alfabetização é um direito humano garantido pela Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), e mesmo no século XXI ainda existem muitas pessoas sem o acesso básico a educação - seja por questões econômicas, culturais e as desigualdades sociais que afligem todo o mundo.

Alfabetização no Brasil: um longo caminho a ser trilhado

Segundo pesquisa elaborada pela ONG Ação Educativa e o Instituto Paulo Montenegro em 2018, 29% dos brasileiros são considerados analfabetos funcionais, ou seja, eles possuem minimamente conhecimento e não possuem habilidade de interpretação de textos e de fazer operações matemáticas.

E segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são 11,3 milhões de analfabetos acima de 15 anos, representando 6,8% da população brasileira. Ainda existe um longo caminho a ser trilhado, mas tudo começa na educação e alfabetização infantil, que é a base de tudo!

Educador Infantil: o primeiro contato

Precisamos falar sobre a importância dos educadores infantis: aqueles que são o primeiro contato e os precursores de apresentar as crianças o universo da alfabetização.

Está incumbida a eles a responsabilidade de repassar o conhecimento e em despertar em cada um a sede de conhecimento, garantindo o direito básico de educação.

Além disso, tudo depende de cada faixa etária e de cada criança, mas a educação não se dá necessariamente em uma sala de aula com quadro negro: pode-se instigar através de músicas, atividades ao ar livre, atividades em grupo... não existem limites!

Também é possível estimular os pequenos em casa por meio de brincadeiras educativas com materiais fáceis de encontrar: pregadores de roupas, latas, palitos de picolé e muito mais. Basta uma pesquisa rápida para encontrar vários métodos que auxiliam e estimulam a criança a aprendizagem.

Quais os benefícios da alfabetização infantil para os pequenos?

Há quem diga que iniciar a alfabetização da criança na primeira infância – período compreendido entre seu nascimento até seus 6 anos – auxilia no seu desenvolvimento cognitivo, mas sempre com responsabilidade, afinal, a criança ainda deve ser criança e brincar com atividades condizentes com sua idade.

Portanto, o recomendado é estimular a criatividade e curiosidade dos pequenos por meio de brincadeiras. E o melhor de tudo é que os pais, irmãos e amiguinhos também podem participar!

Além de se tornar um processo gostoso de ensinamento, vira uma brincadeira que envolve toda a família e ajuda a criar laços que irão perdurar por toda a vida.

Ser alfabetizado é uma transformação ao indivíduo em vários aspectos, já que faz com que ele entenda melhor o aspecto social e cultural onde está inserido, o tornando compreensivo e empático perante as adversidades do mundo. Uma vez que, uma pessoa alfabetizada exerce melhor seu direito de cidadania, compreendendo melhor seus direitos e deveres.

Alfabetizar uma criança desde cedo, é mais do que garantir seu direito: é uma forma de enriquecimento para a criação de seu caráter!

Aqui no Instituto Algar, levamos a educação a sério. Confira nossos Programas Sociais e saiba como eles têm transformado a vida de muitas crianças. 


Comentários